Horário
9AM - 6PM
Dúvidas?
(11)92000-4089
Seu iPhone foi roubado? Cuidado para não cair em armadilhas
05
setembro

Uma das piores coisas que pode acontecer para quem tem iPhone é ter seu celular roubado. É traumático não apenas pelo lado pessoal (com a perda de dados, fotos, mensagens), mas também pelo lado financeiro, visto que os dispositivos da Apple custam bem caro no Brasil.

Nos últimos anos, muita coisa evoluiu para que este tipo de acontecimento seja um pouco menos prejudicial. O iCloud trouxe bons avanços tanto na possibilidade de recuperar facilmente os dados, fotos, contatos e mensagens pelo backup, como também com o Bloqueio de Ativação, que não permite restaurar o aparelho roubado sem a senha do iCloud.

Este bloqueio é o ponto forte da segurança do iOS e até fez diminuir o número de roubos de iPhone em alguns lugares. Mas no Brasil, os ladrões são bastante criativos e conseguem criar maneiras de enganar a vítima, fazendo ela mesmo fornecer a senha do iCloud sem nem perceber.

Confira neste artigo alguns casos de usuários que foram ludibriados e saiba como os criminosos criam páginas falsas para enganar inocentes.

Fui roubado. O que fazer?

Quando um iPhone é roubado, o procedimento comum é acessar sua conta do iCloud, procurar o dispositivo cadastrado e acionar o Modo Perdido nele. Se ele estiver conectado na internet, um mapa será capaz de localizá-lo. Se ele estiver desligado, não é possível localizá-lo, e os ladrões sabem disso muito bem.

 

iphone_roubado_icloud

 

Com o Modo Perdido, o aparelho fica bloqueado com senha e somente com ela ele pode ser desbloqueado. Se o criminoso tentar restaurar o aparelho (ou seja, apagar tudo o que tem nele e instalar um sistema novo), ficará bloqueado na tela de ativação, só podendo desbloquear com a senha do iCloud do dono original.

Enquanto o aparelho estiver cadastrado no iCloud, não tem como acessar os dados que estão nele, nem tampouco ativá-lo para outra pessoa usar.

iPhone desaparecendo do iCloud

Nos últimos dias, temos recebido um número crescente de usuários reclamando que seus iPhones simplesmente desapareceram do iCloud, de uma hora para outra, após terem sido roubados. Alguns descobriram como isso aconteceu, enquanto outros ainda não sabem como os criminosos podem ter tido acesso à conta.

Para conseguir a senha do iCloud, os malandros geralmente usam de engenharia social para iludir os usuários em um momento de fragilidade após o roubo. Foi o caso do nosso leitor Victor, que teve seu iPhone roubado recentemente. Após ter colocado o aparelho em Modo Perdido no iCloud, ele recebeu dois SMS e um email da Apple, dizendo que seu aparelho tinha sido localizado. O problema é que não era a Apple quem tinha enviado estes avisos, e sim os ladrões, apontando para endereços falsos.

 

sms_falso

Além dos erros de português, repare que o endereço, apesar de conter a palavra “apple“, é totalmente diferente do site oficial da empresa. Ele leva para uma página falsa, que faz o usuário mais distraído informar as suas senhas, na tentativa de saber onde o aparelho está. Mesmo os mais experientes estão suscetíveis ao erro, visto que é um momento de fragilidade, como explicado no início deste texto.

pagina_falsa

Precauções

Se você teve seu iPhone roubado/furtado/perdido, a primeira coisa a fazer é acessar sua conta na página do iCloud e bloquear o aparelho desaparecido, na seção Buscar Meu iPhone.

Tenha em mente que, se você mudar neste momento a senha do seu iCloud, o seu iPhone perdido não poderá mais se conectar aos servidores da Apple e não terá mais chance de ser encontrado. Ele continuará bloqueado à sua conta, mas a senha antiga na qual ele está configurado não permitirá que ele se conecte mais ao iCloud, a não ser que ela seja alterada no aparelho. A mesma coisa acontece se você optar pela opção “Apagar iPhone” no iCloud, que apaga tudo o que tem no dispositivo e o deixa bloqueado na tela de ativação até alguém introduzir a senha do iCloud do proprietário. Podem ser duas soluções caso você não queira de maneira nenhuma que os criminosos tenham acesso às suas informações.

Tome sempre muito cuidado com mensagens que receber a respeito deste aparelho. Só confie em links que levam para o domínio *.apple.com/ e verifique sempre que o site tenha o cadeado de conexão SSL (iniciando com https://). A Apple nunca enviará você a uma página não encriptada, nem para sites com nomes bizarros e domínios estranhos.

Se você teve seu dispositivo roubado e alguém conseguiu acessar sua conta para desvincular o aparelho dela, aí sim, o que você deve fazer é alterar imediatamente a sua senha e suas perguntas de segurança. Altere também as senhas de outras contas da internet usadas no dispositivo, como e-mail, Facebook ou o Twitter.

Uma maneira de impedir que pessoas estranhas tenham acesso à sua conta é ativar a Verificação em Dois Passos. Com isso, mesmo que alguém consiga a senha da sua conta, ele não conseguirá acessá-la porque um código de verificação é enviado para um dispositivo de confiança seu.

Tome toda a precaução possível com o seu aparelho. Quanto mais dificultarmos a vida dos criminosos, menos incentivo daremos aos roubos de iPhone. É claro que isso não irá acabar com o interesse dos criminosos pelos dispositivos da Apple, mas pode ajudar a diminuir.

Gostaria de deixar seu celular nas mãos de Profissionais Qualificados?

A Phonemix possui um laboratório especializado garantindo segurança para o seu aparelho.